Bandeira tarifária: o que é e como funciona?

Bandeira tarifária: o que é e como funciona?

Se existe uma coisa que anda aumentando de forma assombrosa nesses últimos anos, é a conta de luz. Além de vários encargos e tributos contidos na conta, desde 2015 foi incluído o famoso sistema de bandeira tarifária para ser pago.

Hoje vamos conversar um pouco sobre como esse sistema funciona, e quanto custa cada etapa dessas bandeiras. Ah… também vamos ver algumas dicas simples e práticas que podemos fazer no nosso dia a dia, para economizar mais energia.

Por que foi criado o sistema de bandeira tarifária?

A ideia do projeto é deixar mais claro para o consumidor, as condições de geração de energia a cada mês e sinalizar os custos reais da geração de energia elétrica. Como assim? Bom, vamos por partes. Primeiro é necessário saber, que boa parte da geração de energia do nosso país é feita por usinas hidroelétricas.

Dessa forma, nossa energia é gerada por grandes reservas de rios, utilizando a força da queda d’água. Essa fonte de energia renovável, é muito barata e acessível. Então por que a conta pode se tornar alta? Aí é que entra o sistema de bandeira tarifária.

Por meio desse sistema, iremos saber se as fontes de água estão dando conta de abastecer as regiões necessárias ou não. Dessa maneira, se os rios não estiverem cheios a ponto de suprir o que se espera, é necessário acionar usinas termoelétricas.

Utilizando as usinas termoelétricas, o custo para geração de energia aumenta. Isso ocorre porque os materiais utilizados são mais caros, como carvão e diesel. A cor de cada bandeira sinaliza para nós todos esses processos.

O que significa cada cor de bandeira tarifária?

Existem três cores de bandeira tarifária: verde, amarela e vermelha. A bandeira verde quer dizer que as fontes de água estão em grande abundância. Portanto, temos condições favoráveis de geração e não será cobrada nenhuma taxa a mais na sua conta. Normalmente a bandeira verde aparece em tempos de chuva e de temperatura amena.

bandeira amarela nos alerta que as condições dos rios não estão muito boas. Dessa maneira, será necessário a utilização de mais termoelétricas para que ninguém fique sem energia. A cobrança será de R$ 0,01874 por cada kWh consumido.

Já a bandeira vermelha tem duas etapas, e nos indica que a situação é mais precária, sendo necessário utilizar ainda mais as termoelétricas. Na bandeira vermelha patamar 1 o valor da tarifa é de R$ 0,03971, e em seu patamar 2, o preço aumenta para R$ 0,09492 pelo kWh.

Como economizar energia em tempos difíceis?

Bom, existem alguns hábitos que podemos mudar para economizar mais energia. Então evite deixar luzes acesas, e aparelhos domésticos em funcionamento sem necessidade. Manere no banho, pois o chuveiro pode ser um grande vilão no final do mês.

Sempre dê uma olhada na borracha de vedação da sua geladeira. Porque se ela estiver danificada, sua geladeira vai consumir mais energia que o normal. Ou seja, a conta vai vir mais cara.

Veja também...

DIA INTERNACIONAL DA TERRA

#PreserveOMeioAmbiente Vamos juntos refletir sobre as questões da nossa terra e como podemos protegê-la PÁGINA INICIAL O Dia da Terra é um momento de reflexão

Veja Mais »
Flora-Economia

Quer economizar até 20% em sua conta de luz?

Venha já para a Flora Energia e deixe de pagar caro! Sem custos, sem obras e de forma 100% digital você economiza e ainda contribui com o meio ambiente.

Compartilhe nas redes sociais:

Quer economizar até 25% em sua conta de luz?

Quer economizar até 20% em sua conta de luz?

Venha já para a Flora Energia e deixe de pagar caro! Sem custos, sem obras e de forma 100% digital você economiza e ainda contribui com o meio ambiente.

Close Bitnami banner
Bitnami